domingo, 28 de maio de 2017

Ela



Ela.
Ela é uma mistura de incertezas e certezas completas. Ela é paz e tranquilidade. Sabe onde vai e para onde quer chegar, e se você for amigável, talvez ela te leve junto sem ao menos ter certeza das suas intenções. Ela é intensa, sabe ser fogo e te levar à loucura, mas também é calmaria e te leva a serenidade total. 
Sim, ela é uma mistura de jazz contemporâneo com um toque de ballet clássico. Ela dança, encanta e transparece todas as emoções que estão dentro dela quando está no palco. Ela até recita poemas se você a convencer. É uma caixa de surpresas, estar com ela é viver os momentos mais improváveis e loucos, mas é claro, sem tirar o sorriso do rosto. Ela é boa ouvinte, te mostra sempre o outro lado da moeda, te apresenta novos horizontes e te diz coisas a respeito das energias do universo. Ela é apenas ela. 
Chora quando a emoção escorre pelo peito, ri quando seus sentidos parecem explodir de tanta felicidade. Ela gosta da noite, da lua e de dias quentes. Para ela, nada melhor do que observar os pequenos detalhes do dia a dia, como aquele moço dos panfletos que tem um sorriso encantador e um olhar sincero, ou como um fim de tarde que vem junto com bolo de cenoura e alguém especial do lado. Simplicidade. Empatia. Sorriso. 
Ela sou eu, pode ser você e quem mais quiser fazer parte desse pequeno texto do dia a dia.

Um comentário :

  1. Ual, que texto! Bem dahora cara, fiquei sem palavras...
    l1ghtheworld.blogspot.com.br

    ResponderExcluir